Foi dada a largada para as convenções municipais que definem os candidatos para prefeito e vereador no município de Bayeux e a Rádio Auge, através do programa ”Fome de Política”, continua acompanhando este processo e abrindo espaço para que os pré-candidatos possam apresentar os seus projetos e plano de governo para administrar a cidade. Na tarde de hoje (14), recebemos em nossos estúdios o pré-candidato a prefeito pelo Partido Progressista  (PP), Diêgo do Kipreço. 

Diego Cavalcanti Da Silva, é empresario, formado em administração de empresas, popularmente conhecido como: Diego do KiPreço, é Bayeuxense e tem 29 anos. Gerenciou uma das maiores redes de supermercados, o  “KiPreço”. É filho de Edson Félix, empresário e ex-prefeito de Lagoa de Dentro. 

Diego, começou  falando sobre sua felicidade com a chegada da convenção do seu partido, que acontecerá no dia 15 de Setembro de 2020, que culminará no registro  da sua candidatura à prefeitura municipal de Bayeux, e  se realizará no Kipark, a partir das 16:00hrs, reunindo a militância, bem como os pré-candidatos que compõem a chapa liderada por Diego do Kipreço, que se afirmou motivado e preparado para resgatar a dignidade e o respeito do povo bayeuxense. Na oportunidade, agradeceu a desenvoltura de toda a sua equipe e pré-candidatos a vereadores, por terem feito um trabalho fantástico, resultando numa consolidação ainda mais firme de sua campanha. 

Perguntado sobre como avalia o cenário político da nossa cidade e toda a instabilidade que sofre e o que trará de mudanças para seu povo, Diego, disse: que vem fazendo conjunturas, e, que de forma limpa, honesta, vai administrar Bayeux de maneira à salutar para o município. O pré-candidato falou que, infelizmente, hoje o sentimento dos munícipes é de decepção, devido a todo o caos vivido durante os últimos quatro anos, mas que esse sentimento deve ser substituído por motivação para que a partir de Janeiro, Bayeux comece a viver um novo tempo, uma nova história. Sobre o seu vice, o pré-candidato adiantou que será um nome que fará boa gestão, sem manchas de corrupção, com um histórico ilibado na cidade e que em nenhuma hipótese pense em fazer essa política atual que se instalou na cidade. 

Expressou em sua fala o compromisso com a mudança de Bayeux, tendo em vista que não recebeu apoio dos atuais políticos que possuem cargos na cidade. Afirmou que, caso seja eleito, ele e seu vice-prefeito irão trabalhar de forma conjunta com o secretariado para o bem da cidade, por isso está tendo precaução na escolha do nome, para que o vice tenha o perfil do seu projeto, para juntos transformarem  Bayeux  em um descente município. 

Indagado sobre seu projeto em geração de empregos, Diego disse: que sua principal bandeira na gestão será voltada à empregabilidade, e que por conhecer o universo empresarial e administrativo, pode trazer empresas à esta cidade e assim gerar mais emprego para o povo. Propôs um projeto “Banco do empreendedor”,  afim de incentivar o comerciante a investir no seu negócio, que resultará numa cidade mais desenvolvida e independente. 

Quanto aos jovens, Diego lamentou a falta de incentivo de cursos profissionalizantes. E logo fez questão de apresentar o projeto “Qualifica Bayeux”, programa voltado para cursos profissionalizantes para jovens, onde empresas instaladas na cidade poderão contar com mão de obra qualificada dos moradores, que já sairão do curso com boas chances de ingressarem no mercado de trabalho, através de sua capacitação. 

No que se refere ao esporte, o pré-candidato falou em voltar com os campeonatos de bairros, que pode ser realizado no estádio  Lourival Caetano, estimulando a competição e a geração de renda, através do comercio local. Nisto, consiste sua campanha, em fazer valer o que diz na nossa constituição de 1988 em seu artigo 5 º, fomentando o esporte e lazer, dando alegria e orgulho aos moradores da cidade.

Sobre os idosos, Diego planeja criar praças de qualidade e estuda a criação da “Creche para idosos”, um espaço para que possam praticar atividades e contribuir para o bem estar físico e mental, que irá refletir positivamente na a qualidade de vida daqueles que já são da terceira idade.  Afirmou que em sua gestão criará um calendário para que os aposentados sejam pagos no prazo, pois ele como administrador sabe a importância que isso tem na vida do cidadão, de quem paga suas contas em dia. 

Sobre a saúde, Diego diz que é primordial ter um secretariado composto por pessoas de Bayeux, que entendam as problemáticas do município, para assim ajudar a arrumar a casa, e, então, avançar e prestar um atendimento básico de qualidade, com o apoio dos programas e ações que levam em conta as necessidades da população. 

Em relação à educação, o pré-candidato afirma que, algumas escolas devem ser reconstruídas, para beneficiar professores e alunos e ajudá-los, para que tenham um ambiente confortável, visto que somos vítimas de um calor absurdo em nossa região, Diego propõe climatização das salas de aulas. Comprometeu-se também à implantação de metas nas escolas, a fim de bonificar aqueles que se empenharem a cumpri-las. O décimo quarto salário para os professores é defendido por Diego, para que os professores sejam cada vez mais valorizados em seu ambiente de trabalho.         

 Sobre a Ação Social, Diego diz que, colocará uma boa equipe para trabalhar e pelos mais humildes, com uma administração séria, honesta, visando sempre o bem estar daqueles que mais necessitam, em situação de vulnerabilidade. 

          A comunicação da cidade de Bayeux será valorizada, os profissionais da área terão o seu devido respeito quando for dada a oportunidade à imprensa local para demonstrar de maneira verdadeira o desenvolvimento futuro das ações do executivo municipal.

            Nas considerações finais, o pré-candidato, Diego do Kipreço agradeceu ao radialista e apresentador Márcio Paz, pelo espaço concedido no programa “Fome de política”, agradeceu ao povo de Bayeux, a cada um que está acolhendo o seu projeto da melhor forma possível, reafirmou sobre o seu sentimento de mudança junto ao povo, para tirar a cidade das manchetes de corrupção e colocar como uma cidade bem desenvolvida, com uma saúde de qualidade, uma boa cultura e empregabilidade. Por fim, pregou união e esperança, reafirmando estar preparado e motivado para enfrentar qualquer desafio em prol do bem estar da nossa querida e amada Bayeux.


Redação.

Deixe seu Comentário