A cada eleição se torna ainda mais imprescindível conhecer a trajetória, projetos e planos de governo dos candidatos aos cargos municipais da cidade de Bayeux. Pensando nisto, a Rádio Auge, através do programa “Fome de Política”, vem realizando uma série de entrevistas, com a finalidade de apresentar os candidatos e ajudar a população na escolha de seus representantes, para que os munícipes exerçam sua cidadania de forma mais democrática e consciente. Seguindo a agenda de entrevistas, a Rádio Auge, recebeu na tarde de hoje (22) o Capitão Antônio, candidato a prefeito pelo partido Democratas (DEM). 

               Antônio de Sousa Santos, mais conhecido como Capitão Antônio, tem 39 anos, Bayeuxense de coração, é Bacharel em Segurança Pública e Capitão da Polícia Militar da Paraíba. É pai de Maria Eduarda e esposo de Kallene Richelly. Em 2018, disputou uma vaga para Deputado Federal pelo Partido Social Liberal (PSL), obtendo expressiva votação na cidade de Bayeux. Devido a toda uma trajetória em prol de atender o povo, hoje coloca seu nome à disposição, como candidato a prefeito de Bayeux pelo partido Democratas. 
              O candidato disse estar preparado para administrar Bayeux, uma vez que teve vivência em todos os bairros do município, passando a conhecer as problemáticas e demandas que os moradores da cidade enfrentam. Afirmou que tem ouvido atentamente todos os representantes dos segmentos da cidade, para que, caso seja eleito, o seu governo alcance todo o povo. 
                 Na oportunidade, o Capitão Antônio abordou diversos temas, como segurança, educação, saúde, mobilidade urbana, comércio, dentre outros. Na sua visão, é preciso haver um planejamento eficaz para colocar a cidade em desenvolvimento e a devolução do orgulho dos moradores em residir no município.
             Sobre a Educação, o candidato defende a ampliação das escolas em tempo integral, a fim de que os nossos estudantes tenham mais acesso ao conhecimento e desenvolvam suas potencialidades, através das atividades extracurriculares, disponibilizadas nas escolas. É um plano que beneficia o comércio, pois os cidadãos terão onde deixar os filhos, ao saírem para trabalhar, gerando maior arrecadação e movimentação econômica na cidade. Prevê também que a merenda de qualidade alcance os alunos e seja ofertada cinco vezes ao dia, visando garantir uma boa alimentação a todos os educandos, contribuir com o crescimento dos alunos e aumentar a permanência daqueles que frequentam as escolas públicas em tempo integral. 
            Indagado pelo ouvinte Tiana, sobre como se deu a escolha do Vice-prefeito o Capitão Antônio respondeu: “Depois de muto diálogo e de forma exaustiva, conseguimos construir com o Partido Verde (PV) uma boa aliança, com um nome maravilhoso, de um  homem decente, com uma família muito honrada na cidade”, afirmou. Disse ainda que seu discurso está alinhado ao de Léo Micena, para fazer com que Bayeux possa seguir em frente, contando com modernização e tecnologia, tornando-a mais austera e desenvolvida, com o verdadeiro potencial da quinta maior cidade do estado. 
              Em relação  a segurança pública, o candidato diz que o seu mandato, irá contar com uma guarda armada para defesa e equipada com  tecnologia, monitoramento e inovação, e contará com um  retaguarda jurídica, para assim,  oferecer  mais segurança pública aos munícipes e tirar Bayeux das manchetes policiais, elevando o sentimento do cidadão em viver na cidade e criar seus filhos aqui.
               Questionado pelo ouvinte David, sobre ser candidato em Bayeux e não em João Pessoa, o Capitão Antônio, foi enfático e disse ser filho de Bayeux por merecimento, pois trabalhando enquanto policial, contribuiu com a paz social, chegou nos bairros e ruas de toda a cidade. Sendo assim, ao ganhar o título de cidadão bayeuxense, recebeu também o direito de ser chamado filho de Bayeux, e que além disso, teve a maior votação para Deputado Federal na cidade, em sua última campanha. Concluiu que essa vivência com o descaso na cidade, culminou na vontade de servir ao povo como prefeito. 
               Na saúde, o candidato propõe a construção de mais um Hospital e uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Propõe também que a Prefeitura Municipal, faça convênios com as clínicas, para oferecer ainda mais especialidades ao povo. Ele afirma que com a arrecadação municipal é viável sim a construção de um novo Hospital. O Capitão Antônio compreende que é preciso garantir ao cidadão bayeuxense, um atendimento mais digno e acessível, uma vez que na maioria dos casos, os pacientes daqui são levados para serem tratados em João Pessoa. 
                O Capitão Antônio falou que na sua gestão, irá respeitar o dinheiro dos contribuintes, que os moradores precisam sair da instabilidade política, outrora enraizada na cidade desde a prisão do prefeito Berg Lima. O candidato também ressalta que é preciso haver uma renovação total no Legislativo Municipal e que Bayeux precisa ser resgatada do caos político que vive atualmente. 
            Por fim, agradeceu o espaço cedido pelo Radialista e apresentador Márcio Paz e a todos os ouvintes do Programa Fome de Política. Estendeu o seu agradecimento a militância, aos quase cem candidatos que estão pleiteando uma vaga à vereança na Câmara Municipal e ao Presidente do DEM, na pessoa do Deputado Federal, Efraim Filho, por todo apoio e confiança. Reafirmou o compromisso de lutar por uma Bayeux mais desenvolvida em todas as ambiências, e que, espera traduzir o sentimento de um povo soberano através da vitória do bem contra os bens. O Capitão Antônio, se mostrou firme, confiante e envaidecido por fazer parte do melhor projeto político de Bayeux, ao lado de Léo Micena-seu vice. Continuou sua fala, dizendo que está abrindo mão de uma carreira sólida, briosa, para trazer uma boa governança aos que sonham com uma Bayeux mais justa, digna e desenvolvida.

A Redação.

Deixe seu Comentário