A campanha eleitoral começou oficialmente no dia 27 de setembro. Desde o último sábado, os candidatos aos cargos municipais de Bayeux, estão liberados para divulgarem suas propostas e pedirem votos. Desta forma, a Rádio Auge, continua concedendo o espaço do Programa “Fome de Política”, com a intenção de tornar o debate político mais democrático, dando chances aos postulantes ao cargo de vereador, de expressar suas ideias e projetos aos eleitores que pretendem representar no município de Bayeux. Hoje (30), recebemos em nosso estúdio, o atual vereador e candidato à reeleição pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), Betinho da RS. O vereador Betinho possui uma extensa trajetória na política e nessa eleição coloca o seu nome à disposição para continuar trabalhando em prol da sociedade bayeuxense.

                 Roberto da Silva, popularmente conhecido como “Betinho da RS”, tem 55 anos, nasceu em Bayeux e cresceu na rua 5 de Agosto, trabalhou como pequeno empresário, é casado com Tânia Maria e pai do Rafael, Thainan, Roberto e Xavier. Nos últimos quatro anos, ocupou uma vaga na casa Severaque Dionísio e baseado no trabalho desenvolvido na Câmara é candidato à reeleição, com a finalidade de continuar fiscalizando o erário público, tendo a educação, como principal instrumento de transformação da nossa sociedade.

               Indagado sobre como está a situação dos contratados que outrora foram exonerados sem receberem os seus proventos, Betinho da RS, afirmou estar com diversos documentos de portarias dos contratados, assinados pelos secretários, garantindo assim o salário dos servidores, mas que esse direito não está sendo cumprido. Enfatizou sua indignação com o descaso os prestadores de serviço, que em sua maioria estão esperando esse pagamento para fazerem suas feiras e pagarem suas contas. Em sua fala, Betinho se mostra indignado com o fato: “Faz 15 dias que estou tentando uma audiência com a prefeita Luciene de Fofinho, para tratar desses assuntos, já mandei áudio para a chefe de gabinete, dizendo que eu queria uma reunião institucional com ela, uma pessoa que passou mais de três anos ao meu lado na Câmara e que queria o certo. Hoje, infelizmente a prefeita está fazendo o inverso de tudo o que pregou na Casa Severaque Dionísio”, afirmou. O candidato diz estar apenas esperando o áudio de um cidadão que foi coagido pra votar em determinado candidato, para que o problema do pagamento fosse solucionado. Ainda diz que se faz necessário que o Ministério Público tome conhecimento desses pais de família, que foram jogados às traças por uma administração que não está dizendo a que veio. Mais à frente, o candidato esclarece que não é um opositor da atual gestão, porém que possui apenas certas discordâncias políticas com a mesma, vide a problemática apresentada acima.

          O candidato explanou como se sente, estando com a candidatura registrada: “Minha caminhada não é de hoje, nem de quatro anos atrás, eu luto pelo social há muito tempo, acho que vale a pena lutar. Acho que homens e mulheres de bem devem fazer parte da política pública da nossa cidade, para ajudarem a construir uma cidade, um país melhor. Por isso que estou colocando o meu nome à disposição da sociedade bayeuxense, para que seja avaliado, e se for da vontade do povo, continuar na Câmara Municipal”, concluiu.

 

              Betinho da RS continua a entrevista dizendo que em todas as oportunidades que teve, votou pela cassação de Berg Lima., e que era o certo a se fazer, diante o escândalo protagonizado pelo então prefeito na época. Na sua concepção, toda instabilidade e caos instalados no município, nos últimos quatro anos, é culpa do ex-prefeito.

               No que se refere à Educação, o candidato acredita que o modelo de educação  cívico militar, proposto pelo governo federal, não é adequado para ser instalado na cidade, pois especifica a implementação de uma doutrina militar, e precisamos que a escola seja um ambiente democrático, ocupada por pessoas que tenham pensamentos livres. Betinho sinaliza que irá lutar por uma política que traga os pais para dentro das escolas, contando com uma mobilização em conjunto com as Secretarias de Ação Social e Saúde, para conseguir transformar a sociedade, através de uma educação de qualidade. Vislumbra que os guardas municipais se façam mais presentes nas salas de aulas, fazendo orientação sobre educação no trânsito, tornando os estudantes ainda mais conscientes, enquanto cidadãos. Ainda sobre a pasta, o candidato enfatiza que é preciso extinguir a indicação política dos diretores escolares, pois é uma prática irresponsável e prejudicial, que deixa de fora os verdadeiros e competentes profissionais capacitados da nossa cidade. Betinho também ressalta sobre a importância da ofertar merendas de qualidades, e que em seu mandato. Enquanto vereador, fiscalizou e denunciou o desvio de 8 mil quilos de carne, que foram pagos em merendas, mas não chegaram nas escolas.

                 Sobre a Imprensa da nossa cidade, Betinho da RS, acha fundamental que nossa comunicação seja mais bem quista, pois as Rádios Webs já são realidade, e precisa de melhorias na internet e maiores investimentos, para que população tenha acesso direto a tudo o que está acontecendo na cidade. Mostrou-se pronto para a realização de uma sessão especial na Câmara Municipal, de forma institucional, com os comunicadores e jornalistas, para debaterem sobre a temática junto aos demais pares. O candidato acredita que o município não precisa importar profissionais de qualidade e propõe a criação de um projeto de lei, para que o poder público venha contratar os comunicadores de Bayeux, valorizando ainda mais as pratas da casa.

                    Quanto ao seu mandato, o candidato disse que sempre apoiou e legislou em prol de todas as categorias de nossa cidade a exemplo dos Guardas Municipais, SITRAMB, aposentados, dentre outros. Afirma que é fundamental que a população acompanhe os passos dos representantes no legislativo. Coloca o seu gabinete à disposição das demandas daqueles que mais necessitam. Através do (83) 9 87157343, a população pode, inclusive, ter acesso direto ao candidato, para expor as problemáticas existentes na cidade, com a finalidade de solucioná-las. Ainda falando sobre gestão, o candidato afirma: “A gestão pública é pra fazer política pública e não partidária. Creio que a população está acordando e espero contribuir com a mudança que virá, na esperança de termos uma Bayeux melhor”, concluiu.

                Em suas considerações finais, o candidato agradeceu a oportunidade concedida no Programa “Fome de Política”, apresentado pelo diariamente pelo Radialista Márcio Paz. Estendeu o agradecimento a todos que participaram fazendo perguntas e interagindo através das redes sociais. Ressaltou que o respeito é forma mais democrática para se fazer um bom debate, e que, se eleito, continuará trabalhando incansavelmente, sem titubear, em prol de todas as classes socias da cidade. Reiterou e alertou a população a não se vender, pois quem vende o voto perde o direito de fazer uma cobrança aos que conseguiram se eleger. Reafirmou o compromisso e disposição para ser e fazer a mudança que a nossa querida e sofrida Bayeux merece.


Assista na integra ao Programa:








Redação.

Deixe seu Comentário