Mais um A escolha da administração pública é responsabilidade de todos os cidadãos. Além do exercício da cidadania, é através do voto que determinamos o futuro da nossa cidade, nos próximos quatro anos. Com a intenção de ajudar a população bayeuxense, a Rádio Auge, através do Programa “Fome de Política”, promove diálogos de cunho político, entre candidatos e eleitores, com a finalidade de apresentar os projetos e plano de governo dos postulantes aos cargos municipais da cidade. Dando continuidade a nossa série de entrevista, recebemos na tarde de hoje em nossos estúdios o postulante ao cargo de vereador no município de Bayeux, Marquinhos Moral.

                       Marcos Antônio da Silva, 49 anos, mais conhecido como “Marcos Moral”, é natural de Patos e bayeuxense de coração, licenciado em Educação Física, casado com Erlane Silva e pai da Ketellyn. Ao longo dos últimos 25 anos, promoveu ações sociais através do esporte, alcançando 3 mil e 200 atletas em toda região metropolitana. Já ocupou a superintendência do IPAM, foi subsecretário de Finanças e Infraestrutura em nosso município. Por toda a trajetória política e serviços prestados na cidade, coloca seu nome à disposição para ocupar o cargo de vereador na Casa Severaque Dionísio, pelo Partido Verde (PV), que caminhará junto do Capitão Antônio, por acreditar que o candidato possui todas as características para fazer uma boa gestão na administração pública da cidade.

                      No que se refere ao esporte e juventude do município, Marcos Moral diz: “Quem me conhece sabe, que sou um amante das artes marciais. Algumas pessoas de mandato, dizem ser amantes do esporte, mas nada ou pouco fizeram pela categoria em Bayeux.  Eu vou fazer todo possível pra dar continuidade aos serviços que já existem. O meu desejo é construir um centro de treinamento nos bairros de Baralho e Mário Andreazza, ofertando aulas de Jiu Jitsu, Karatê e Judô, com profissionais qualificados, para fazerem um bom treinamento com as crianças, adultos e idosos ociosos do nosso município”, afirmou.  Ainda sobre o centro, o candidato prevê distribuição de refeições no café da manhã, almoço e janta, às pessoas que fizerem uso do centro. O candidato também pretende resgatar o famoso campeonato de peladas, campeonato de futebol e a corrida de São Sebastião para mirins e adultos.

                      Quanto a Saúde, o candidato diz que por ter feito parte de outras gestões na cidade, conhece as problemáticas do município e que é preciso haver respeito e compreensão para administrar a saúde de Bayeux. No seu mandato, se eleito, irá fiscalizar e solicitar melhorias para que os PSFs atendam os enfermos com mais respeito, oferecendo medicamento, médicos de pronto  atendimento e condições para que cada bairro tenha o seu próprio Posto de Saúde da Família, funcionando de forma mais humanitária e digna em prol do bem estar e qualidade de vida dos bayeuxenses. Pretende lutar para mudar o atendimento da UPA para um porte de nível III. Marcos Moral, lamenta o fechamento do São Domingos, um hospital que prestou diversos serviços a população. Porém, caso eleito tentará usar, junto à Prefeitura, o espaço atrás do Hospítal Materno, para instalar um hospital de grau III, com a finalidade de prestar uma assistência ainda maior aos munícipes tão sofrido. Indagado sobre como resolveria a questão da marcação de exames, o candidato se prontificou a acompanhar de perto o procedimento. “Passei um tempo na secretaria de saúde, percebi uns politiqueiros por lá, candidatos que chegam na casa do cidadão e oferece exame e com dois três dias é marcado. Mas e a pessoa que o foi ao PSF às 5 da manhã para marcar os exames e tem que esperar 15 dias para fazer o agendamento? Outros candidatos se beneficiam desses artifícios para se eleger vereador e prefeito. Vou Fiscalizar a marcação de exames, como é feita e como chega ao contribuinte da nossa cidade, concluiu.

                    Indagado sobre os vereadores de mandato participarem da chapa, o candidato disse: “Pelo que aconteceu nos últimos quatro anos, não colocamos vereadores de mandato no grupo. Foi uma determinação do Capitão. Quero fazer minha campanha de mãos limpas. Eu tenho história, minha família tem história na cidade. Passei a vida toda ao lado do meu tio Expedito Pereira, e com o apoio de Luciano Cartaxo, Léo Micena, professor Flávio e Capitão Antônio, e de todos aqueles que amam Bayeux, vamos votar 25 pra prefeito e 43333 para vereador”, concluiu.            

                    Quanto ao Turismo, o candidato tem dois grandes projetos. Marcos Moral, em convênio com os governos estadual e federal, visa investir na Mata do Xexém e no manguezal. O candidato propõe a criação de uma caminhada ecológica pela Mata do Xexém, contando com tirolesas, decorações com os animais que vivem na mata, chamando a atenção dos turistas e dando-lhes uma boa lembrança de nossa cidade. Os passeios de barco no mangue também fazem parte do projeto. Através da Prefeitura, o projeto poderá proporcionar um passeio em nosso manguezal, saindo do bairro São Lourenço, passando pelo Porto do Moinho até a Ponte Sanhauá. No término da viagem, as pessoas poderão apreciar os sanfoneiros tocando as músicas de nossa região. Os ambulantes poderão servir comidas típicas, artesanatos e demonstrações culturais do município, uma proposta que colocará Bayeux nas atrações turísticas do estado, irá gerar emprego e renda, com movimentação direta na economia. Para tal ação, o candidato destaca a importância da capacitação da população, para que se tornem guias turísticos da cidade, e, consequentemente melhorar o atendimento a todos que vieram visitar a cidade.

                    Sobre a infraestrutura e mobilidade urbana, o candidato destacou que a Av. Liberdade sempre foi uma via problemática e estreita. De muitos anos pra cá, foi palco de muitos acidentes. Em seu mandato, pretende plantar árvore em toda a Av. Liberdade, Av. Brasil, bem como implementar faixas, para que os ciclistas possam ter o espaço de fazerem suas atividades. Sobre o alto do contorno no Alto da boa vista, Marcos assumiu o compromisso de procurar o prefeito em exercício e os demais vereadores, para que em conjunto com o Prefeito Panta, se reeleito em santa Rita, fazer a metade da ponte e sanar esse grande problema no alto do contorno.

               Quanto à área de segurança pública, Marcos diz que o Capitão Antônio, por toda uma trajetória de serviços prestados, ser   habilitado para fazer uma boa administração junto à guarda municipal da cidade. Destacou que o governo estadual, com apoio da polícia civil, colocou câmeras em algumas ruas do município: “Acredito que o governo do Capitão Antônio trará melhorias e fará muito pela segurança, eu como vereador, vou ajudar em tudo o que estiver no seu plano de governo", ressaltou.

                  Em suas considerações finais, o candidato mostrou-se bastante emocionado. Agradeceu ao Radialista e apresentador Márcio Paz, pelo espaço concedido no Programa “Fome de Política. Estendeu o mais profundo agradecimento a todas as pessoas que têm lhe dado o incentivo necessário para disputar uma campanha, a exemplo do Capitão Antônio, Flávio Lira, Léo Micena e Luciano Cartaxo. Com os olhos marejados afirmou que é está vivendo um sonho, pois sabe como foi frustrante querer disputar uma vaga ao legislativo municipal, e por motivos de força maior, ter que retirar sua candidatura. Reafirmou o compromisso de lutar em prol de mais respeito e dignidade pelos contribuintes, e, consequentemente trazer ainda mais melhorias e desenvolvimento ao povo da nossa sofrida cidade de Bayeux.


Assista o vídeo na Integra:




Redação.

Deixe seu Comentário