O voto é um grande pilar da democracia, e um poder que deve ser a manifestação livre e consciente de cada cidadão. No dia 15 de novembro, a população vai às urnas para eleger os candidatos que melhor representam os seus interesses, bem como os de seu município. A escolha desses representantes determina quão boa será a nossa qualidade de vida e bem estar social durante os quatro anos de mandato. Pensando em democratizar a decisão dos eleitores da nossa cidade, a Rádio Auge, através do Programa “Fome de Política”, recebeu na tarde da última Terça-Feira (6), o candidato Will do Kipreço 14321, que coloca seu nome à disposição para ocupar uma vaga na Câmara Municipal de Bayeux  pelo PTB- Partido Trabalhista Brasileiro. 

                     Willanes Amâncio da Luz, popularmente conhecido como Will do Kipreço, tem 22 anos, nascido e criado em Bayeux, viveu a maior parte do tempo no bairro Alto da Boa Vista, cursa Letras-Língua Portuguesa, na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Um jovem independente, de uma autonomia ímpar, começou trabalhar desde cedo nas funções de vendedor, repositor, açougueiro, padeiro, locutor, dentre outros; e nessa campanha se coloca como candidato a vereador para representar a população perante o poder público. O candidato diz que apoia Diego do Kipreço, porque o candidato a prefeito quer administrar, fiscalizar e fazer uma política de verdade em Bayeux.

                    Will começou a entrevista parabenizando a Rádio Auge na pessoa de Márcio Paz, pela credibilidade e confiança que o programa possui.  Em seguida quando perguntado sobre o que mudou, agora que é candidato, Will disse: “O meu sentimento é de grande satisfação com a pré-campanha que fizemos, foi um processo tão longo que a gente passou e hoje, a gente colhe os frutos, com bons resultados. Minha agenda está lotada, o pessoal sempre quer Will do Kipreço por perto e estou muito feliz”, afirmou. O candidato interagiu com os ouvintes, que fizeram perguntas diversas sobre as áreas de Segurança Pública, Turismo, Infraestrutura, Saúde, Educação, Mobilidade Urbana e os projetos de seu mandato, caso seja eleito.

                  Quando indagado sobre como pretende valorizar a imprensa da cidade, o candidato disse: “A imprensa da nossa cidade é fantástica. Hoje a gente fica conhecido pelo apoio e força da imprensa local. Temos bons profissionais aqui. A gente tem que ter um representante da categoria. Vejo muitas vezes trazerem pessoas de fora, mas aqui tem profissionais competentes e que conseguem fazer um trabalho fantástico na comunicação. Acredito que a categoria só tem a somar ao nosso trabalho e estou aqui por vocês também”, finalizou. 

                 Indagado sobre o que fazer para que politicamente e civilmente, a cidade possa ser mais tranquila, o candidato respondeu que Bayeux precisa de organização, ele acredita que com isso as coisas irão fluir com mais serenidade. Enfatizou o quanto o povo tem sido calmo e paciente, na espera de dias melhores, e que mesmo sofrendo, se mantém de pé, firme, com uma autoestima elevada; por fim, ressalta que essa essência jamais pode ser perdida.

              Sobre a Segurança Pública o candidato afirma: “Acredito que nossa cidade precisa de ajuda urgentemente em relação aos guardas, que tem deficiência quanto aos recursos e preparação. Quanto ao armamento da guarda, a gente precisa fazer um monopólio, uma organização, preparar a guarda municipal para ir às ruas, oferecer cursos de capacitação, porque não adianta o poder público jogar essa responsabilidade para os guardas, sem que estejam qualificados. A guarda municipal e a polícia militar do nosso município caminham lado a lado, uma força puxa a outra e em nosso mandato os guardas serão muito bem vindos e terão um olhar de carinho, sem sombra de dúvidas”, concluiu. Sobre o recebimento de 15 pistolas semiautomáticas destinadas aos guardas municipais, Will disse, que se faz necessária uma capacitação, a fim de que os respectivos equipamentos, sejam usados de forma responsável, e que a obtenção venha somar em nosso município e mantê-lo mais seguro. 

             Quanto às sessões itinerantes, o candidato diz ser a favor, pois os vereadores precisam saber das necessidades do povo. Acredita que a política é feita dessa forma, com diálogo. Enfatizou que é a partir dessas sessões, que os representantes poderão idealizar projetos em prol de melhorias e qualidade vida para a população. Caso eleito, o candidato lutará pelo compromisso de levar as sessões aos bairros de toda a cidade de Bayeux.  

                 Sobre os servidores, Will do Kipreço diz que os prestadores de serviço, principalmente os contratados serão valorizados e terão uma atenção diferenciada. Ele enfatiza que por serem contratados, muitos são tratados como descartáveis e trabalham por meio de ameaças. O candidato acredita que se o servidor presta um trabalho de qualidade, contribui para o nosso município, deve ser tratado como alguém que vem a somar. 

                Indagado sobre a melhoria no atendimento da Upa o candidato respondeu: “É um trabalho difícil, nossa Upa foi inaugurada às pressas por questões políticas e a população da cidade necessita muito do atendimento que se tem ali e a gente vê o quanto ele é deficiente, não pelos profissionais, mas pela falta de recurso. Nosso projeto abraça a saúde pública do nosso município. Eu tenho um projeto de conseguir fazer com que os nossos profissionais tenham uma linha direta conosco. Nosso trabalho de fiscalização tem que ser como uma escadinha, uma construção com pessoas que estão de dentro, sabendo qual a real necessidade do nosso povo. Bayeux tem toda e qualquer condição de oferecer um atendimento público de qualidade. É preciso haver uma fiscalização coerente e responsável dos recursos destinados ao nosso município”, afirmou. Falando também sobre a saúde dos idosos, o candidato prevê a criação de um banco que contará com cadastros, informando sobre os usuários que tomam seus remédios de forma contínua, para oferecer um modelo referencial no atendimento, tendo como prioridade a entrega dos medicamentos aos idosos em suas respectivas residências.  

            Questionado sobre os projetos voltados à mobilidade urbana, ciclovias e segurança para os ciclistas, Will do Kipreço diz que Bayeux é uma cidade que cresce a cada dia e que a questão do trânsito é muito complicada, falta sinalização nas principais vias. Caso eleito, pretende implantar um projeto de monopólio, que contará com uma ampliação das vias mais caóticas da cidade. O seu mandato será em feito em parceria e com responsabilidade, junto à secretaria de Infraestrutura. Will do Kipreço também defende uma maior conscientização dos transeuntes da cidade, e afirma que a educação no trânsito é dever de todos. 

             Sobre a Educação e implementação de uma escola cívico militar, o candidato pontua: “O ensino militar é importante, mas acredito que não seja necessário. Os nossos professores precisam de melhorias no trabalho e recursos para que possam trazer um ensino de qualidade aos nossos jovens A gente viu que nessa pandemia, muitas escolas fecharam as portas, por não terem material de qualidade para continuar com o EAD- Ensino a distância. Os jovens já tem a mente tão vazia e quando a gente precisou desses recursos, vimos o quanto o município está atrasado em relação a modernidade tecnológica”, concluiu. Ainda sobre a educação o candidato diz que Bayeux é muito atrasada quanto ao ensino em tempo integral e que essas escolas preparam e ensinam os alunos a terem um melhor rendimento escolar.

                  Quando indagado sobre a criação de uma Integração para os usuários do transporte público, o candidato respondeu que é um projeto que a cidade e necessita que está em seu coração, e que se eleito, irá aprimorá-lo. O projeto contará com um cronograma que disponibilizará os horários corretos que os ônibus irão passar nos bairros, pois os trabalhadores acordam cedo, para irem trabalhar e muitas vezes não dá tempo de integrar os ônibus, e assim acabam pagando mais de uma passagem. 

                   No que se refere a cultura, Will do Kipreço disse: “Eu acredito que a cultura é povo, nossa cidade é linda e tem grandes talentos, que infelizmente são mal aproveitados. Nossas quadrilhas são fantásticas e nos representam de forma linda, responsável em nossos eventos vizinhos. Venho com o desejo de fazer um Centro Cultural, um espaço para o artista se preparar, mostrar o seu talento, onde teremos monitores, junto ao Programa Mais Educação, para fazer esse trabalho, unindo o útil ao agradável. Nossa cultura precisa de ajuda, de estrutura, para que você ensaie e se prepare em um espaço para mostrar o seu talento. A cultura está em meu coração e esse centro vem beneficiar todo mundo, e como digo, eu não tenho projetos, tenho desejos e sonhos em meu coração. Acredito que os meus sonhos é o de quem está em casa também. Tenho certeza que vai dar tudo certo, se assim Deus e o povo permitirem”, finalizou.

                       Quando perguntado sobre os políticos que importam serviços de outras cidades, Will do Kipreço respondeu: “A gente tem que ver que serviços são esses, a gente não pode generalizar. A gente necessita de serviços que possam beneficiar a nossa cidade. Temos também uma fiscalização pra saber se o município precisa dessas pessoas para executar os trabalhos. Tudo funciona quando a casa está organizada, afirmou. O candidato citou o exemplo das gráficas, expondo que temos empresários fantásticos em nossa cidade, que conseguem entregar um bom material em tempo hábil. 

              Continuando a entrevista e abordando sobre paredões de som automotivo, o candidato afirma: “Sou a favor dos paredões com responsabilidade. Os paredões hoje em dia são olhados com preconceito pelas pessoas, porque prejudicam o pai de família que está na sua casa, tendo o seu sossego no final de semana. A gente ver que na nossa cidade não tem espaço, é uma cidade mal aproveitada. Preciso sentar com essas pessoas, representá-las nessa área, ver o que elas necessitam pra ter um trabalho responsável dentro das regras e normas, e é assim que vamos representar nossa juventude,” disse o candidato. Will também disse que olhará para aqueles que praticam o Freestyle, pois é um esporte que se não for feito de forma responsável, torna-se uma prática perigosa. 


           Indagado sobre a legalização dos mototaxistas, Will do Kipreço foi enfático: “A gente precisa pensar num representante para essas pessoas, criar um setor para que alguém responda pela categoria. Os mototaxistas têm condições legais de ocupar um espaço em nosso espaço, isso ajudaria muito na nossa mobilidade. São profissionais da nossa área, do nosso município e isso ajudaria e muito na nossa economia e eu acredito que esse projeto só tende a crescer, na nossa gestão se assim, Deus permitir”, ressaltou. 

              O candidato também falou sobre a mulher bayeuxense. Will do Kipreço, acredita que as mulheres da cidade, precisam de oportunidade e capacitação. Caso eleito, pretende implementar uma secretaria com maior eficácia nas ações e prevê também a criação de uma exposição cultural, para que nossas artesãs, palestrantes, confeiteiras de bolo e demais qualificadas, possam ter um espaço para apresentar suas especialidades dentro do município, recebendo assim a devida valorização.

                

                  Sobre a bandeira LGBTQI+, o candidato disse: “A gente defende essa bandeira com um carinho tão grande, porque são pessoas que sofrem muito em nosso município, sofre para conseguir emprego e com a falta de inclusão. Eu tenho um projeto para que essas pessoas tenham mais oportunidades em quaisquer áreas, pois elas têm desejo de trabalhar, essa será a prioridade do meu mandato. Vamos levantar essa bandeira com orgulho e mostrar que essas pessoas tão talentosas, competentes, que abraçam nosso projeto vão somar em nosso município, como vem fazendo até hoje e quero vocês juntos comigo, pra fazer essa política acontecer”, finalizou.

                

                       Por fim, Will do Kipreço agradeceu ao espaço concedido pelo radialista e apresentador Márcio Paz, através do programa Fome de Política. Agradeceu a todos os ouvintes que interagiram e enviaram suas perguntas, bem como sua equipe que estava participando da entrevista, através da live no Instagram. O candidato disse que fará uma administração do Baralho ao Alto da Boa Vista, de forma responsável e transparente. Will do Kipreço ressaltou: “Eu não tenho projetos, eu tenho desejos. Costumo dizer que projetos são filhos, são coisas que quero executar, e vou representar a população, sim. Quero que vocês cresçam, cresçam junto comigo, para fazer esse projeto de mudança acontecer no nosso município”, finalizou.




Redação.

Deixe seu Comentário