Dando continuidade à série de entrevistas no Programa “Fome de Política” a Rádio Auge, recebeu na tarde de hoje, Enéas, candidato a vereador, pelo Partido Progressista (PP). Enéas Costa da Silva, 59 anos, nascido em Santana dos Garrotes -PB, e bayeuxense de coração, reside na cidade há 42 anos. É formado em Ciências Contábeis e Técnico em Transação Imobiliária. Trabalhou como gerente do Posto Pichilau e atuou como diretor de fiscalização da Prefeitura Municipal de Bayeux, nas gestões de Jota Júnior (in memorian) e Dr. Expedito Pereira. Em 2006 recebeu o título de cidadão bayeuxense, e por isso, se considera filho da terra. Nas últimas eleições obteve 751 votos e é o atual suplente do PSB-  Partido Socialista Brasileiro. Hoje, coloca seu nome à disposição para ocupar uma vaga na Casa Severaque Dionísio, pelo PP- Partido Progressistas, seu número é 11456. O candidato   defende o projeto de Diêgo do Kipreço, na conquista do poder executivo.

              Perguntado sobre sua campanha o candidato mostrou-se bastante confiante, pois assim como na última eleição, tem recebido o apoio dos amigos, parentes e dos demais eleitores que acreditam no seu projeto e que já  reafirmaram o apoio a sua candidatura. O seu mandato, caso eleito, será voltado a projetos que beneficiem toda a população. Enéas mostrou-se veementemente contra aglomerações e falou que está usando as redes sociais para divulgar seus projetos e pedir votos de confiança. O candidato ressaltou que a pandemia ainda é uma triste realidade, e para evitar uma possível onda de contágio, em todas as visitas que faz, toma as devidas precauções, oferecendo maior segurança a ele e os eleitores. Ainda sobre a campanha, Enéas expressa: “Espero não precisar de legenda e coeficiente para me eleger. Hoje, quando a gente chega numa casa, as pessoas não querem nos receber e perguntam se temos mandato, quando dizemos que estamos tentando uma renovação, nos deixam entrar”, afirmou.

                  Ao ser questionado sobre a educação, Enéas respondeu que o candidato Diêgo do Kipreço está trabalhando com uma equipe e estudando um plano de governo, com a finalidade de oferecer cursos em horários secundários, para qualificar a população e ajudar na busca de um emprego. Quanto ao programa Mais Educação, o candidato mostrou-se bastante indignado, com a cidade ter perdido um recurso importante na pasta do nosso município, que já é tão carente.  Enéas  afirmou que em Bayeux já funcionou a escola militar Fernando Cunha Lima, mas que hoje se faz necessário dar uma educação de qualidade aos estudantes, merenda de primeira linha, bem como um bom pagamento aos professores e demais  funcionários.

                 Quanto às praças do nosso município, caso eleito, Enéas lutará para que todas as praças sejam modernizadas e ofereçam internet gratuita aos usuários do espaço. Buscará também, junto aos nobres pares, a criação de uma pista de skate para que os jovens do nosso município se ocupem e estejam constantemente incentivados a desenvolverem suas potencialidades.

                   Na oportunidade o candidato disse que foi muito coerente com o sentimento de  renovação que quer para a cidade, pois foi convidado para participar de todas as gestões, mas negou. Acredita que essa gestão dos últimos quatro anos foi a pior do município. Um desastre tanto no legislativo, quanto no executivo, e que está apoiando Diego do Kipreço, seguindo sua  linha de convicção, onde acredita que o candidato a prefeito, caso eleito, proporcionará a renovação que Bayeux precisa.

                  Indagado sobre o Comércio de nossa cidade, o candidato disse que o pequeno empreendedor não tem a devida atenção. Enéas assumiu o compromisso de sentar com o prefeito eleito e viabilizar uma maneira de desburocratizar algumas demandas e ajudar os comerciantes a abrirem o próprio comércio . Se eleito, vai lutar pelo comerciante, e  junto ao secretariado e ao diretor de fiscalização de obras da pasta, buscará uma melhoria na relação entre a prefeitura e pequenos comerciantes do município.

                No que se refere as obras paralisadas, o candidato Enéas, enfatizou que com certeza terá um olhar voltado a essa problemática. Disse ainda: “Já até chamei Diêgo para olhar as obras. As creches, escolas paralisadas, tudo aquilo é recurso do povo, e estão abandonadas. Os novos gestores devem pegar as obras anteriores e terminá-las,  tem que entrar com o pensamento que o recurso público é do povo, e é em benefício do povo. Vamos saber quanto de custeio temos,  para finalizar essas obras inacabadas, concluiu.”

                Ao ser questionado sobre a comunidade LGBTQI+, Enéas disse ter muito carinho e respeito com esse público: “Eu acredito que devemos fazer uma associação para atender as pessoas que sofrem discriminação, quando querem trocar de nomes, por exemplo. Caso eleito, vou lutar para que as reivindicações da classe sejam atendidas. Sou contra pessoas que destratam o LGBTQI+ e combato de frente na hora”, finalizou.

                  Indagado se estaria recebendo apoio de algum deputado, Enéas diz que quanto a isso caminha sozinho: “Bayeux não tem Deputado estadual e federal, é a cidade do Tiquin aqui, tiquin ali e depois abandonam a cidade.” finalizou. O candidato mostrou-se contra receber apoio de quem vem de fora e não faz nada pela cidade.

                Falando sobre o secretariado e importação de servidores, Enéas dispara: “Serei contra qualquer gestor que traga secretários de fora, Bayeux não precisa disso. Os secretários que vêm de fora, não gastam dinheiro aqui., trabalham, mas fazem sua feira em outra cidade. Já os secretários daqui movimentam o dinheiro aqui mesmo na cidade. Quanto aos servidores temos os melhores médicos, advogados, professores, pedreiros e tudo o que você imaginar tem aqui. Acredito que todos os servidores tem que ser tratados com carinho, dignidade e valor, pois trabalham para atender bem o povo”, ressaltou.

                  Em suma, o candidato tem projetos para as áreas mais urgentes da cidade. Visa a instalação de rampas,  para que os deficientes possam ter mais acessibilidade quando precisarem se locomover. Na Saúde, área que o candidato diz estar precária, Enéas lutará para que os PSFs ofereçam um atendimento de qualidade a população e garantirá que as unidades estejam funcionando, ofertando medicamentos e todos os aparatos que a população necessita. A população ribeirinha também terá um olhar especial, mas além disso, o candidato diz que deve haver uma conscientização dos moradores, para que não joguem  lixos nos mangues, pois a prática  resulta nas mortes de peixes e caranguejos. Prevê também um estudo para uma revitalização do mercado público e uma integração de ônibus, com a finalidade de ajudar aqueles que fazem suas feiras no mercado público da cidade.

              Em suas considerações finais o candidato agradeceu o espaço concedido no Programa “Fome de Política”, apresentado pelo Radialista Márcio Paz, aos ouvintes que interagiram mandando perguntas, bem como os eleitores que o acompanha. Enéas reafirmou o compromisso de lutar por um plano de governo que possibilite mais emprego e renda à população, trazendo recursos para implementação de emprego, e devolvendo a autoestima do cidadão bayeuxense.



Redação.

Deixe seu Comentário