Um relatório da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) com o resultado das amostras enviadas pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PB) detectaram a presença da variante Delta na Paraíba. Essas amostras, de acordo com o secretário Geraldo Medeiros, são referentes ao mês de julho, conforme informações obtidas e divulgadas nesta terça-feira (31).

Das 27 amostras que passaram pelo protocolo de inferência (Naveca), 25 confirmaram o diagnóstico para variante Delta, sendo que dessas 22 amostras com variante Delta e mais 3 mutações da variante Delta. De acordo com o secretário, o momento é manter o distanciamento social, uso de máscaras e higienização das mãos.

"Os mesmos meios de proteção que nós havíamos aconselhado. A atitude de prudência e cautela, manter os mesmos meios de proteção e monitoramento do incremento de casos que possam ocorrer com a circulação da variante Delta. O que nós esperamos é que não haja um incremento proporcional de hospitalizações e óbitos.", frisou.

O secretário comentou que algumas das amostras enviadas à Fiocruz são do mês de julho , o que significa que desde o mês citado, a variante Delta circula na Paraíba.





Da Redação
com Aline Martins

Deixe seu Comentário