Quanto custa um vereador? Parece um questionamento estranho, mas na cidade de Cabedelo, os parlamentares mirins da Casa Luiz de Oliveira Lima tem preço e o “comprador” seria o prefeito Vitor Hugo Castelliano.

Pelo menos essa é a denúncia protocolada no  Ministério Público da Paraíba (MPPB), através da Promotoria de Justiça Cumulativa de Cabedelo que vai apurar um suposto esquema envolvendo nepotismo e a Prefeitura de Cabedelo como cabide de empregos para vereadores. A investigação foi autorizada pelo promotor Ronaldo José Guerra.

Inquérito vai apurar “a denúncia de suposto caso de nepotismo envolvendo pessoas vinculadas a Vereadores da Câmara de Cabedelo que estariam empregadas na Prefeitura de Cabedelo, tendo tal situação anulado o poder fiscalizatório do Poder Legislativo municipal sobre os atos do Executivo”.

Conforme a portaria, o poder de fiscalizar da Casa Legislativa estaria corrompido devido a suposta troca de favores.

Ato “poderá configurar ato de improbidade administrativa”, conforme portaria do MP.58075-418

CONFIRA O INQUÉRITO CLICANDO AQUI



Da redação com/expressopb

Deixe seu Comentário