A Câmara Municipal de Bayeux realizou nesta terça-feira (26) mais uma Sessão Ordinária para votação de projetos em prol de melhorias para o município. No total, foram 10 requerimentos aprovados pelos pares na Ordem do Dia. No Expediente do Dia foi informado que já está em tramitação na Casa o Projeto de Lei n° 23/2021, de autoria do vereador Cal do Sesi (PTB), que institui o programa de atendimento médico nas creches municipais e conveniadas da cidade de Bayeux e dá outras providências.


Já entre os principais requerimentos aprovados estiveram o de autoria do vereador Adjair da Saúde (PCdoB) que solicita a construção de rampas de acesso nos postos de saúde da familla (PSFs) da cidade; o de Jefferson Oliveira (PL), requerendo ao secretário de Infraestrutura do Município a revitalização dos espaços de convivência; e o de Adriano do Táxi (PL), que solicita a adoção de providências necessárias para que sejam calçadas as ruas Ednaldo Tavares Marinho, Noberto Paiva e vereador Dorgival Dantas, no bairro Comercial Norte, além de outras ruas.


Os vereadores ainda apresentaram e aprovaram, de maneira coletiva, um Voto de Repúdio para o deputado federal Efraim Filho (Democratas). De acordo com Adriano do Táxi, o parlamentar retirou de Bayeux R$ 2 milhões em emendas. O valor estava prometido à Saúde. "Ele tirou dinheiro de quem mais precisa", ressaltou Adriano. Em contrapartida, os pares aprovaram dois Votos de Aplauso para o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP) e para a senadora Daniella Ribeiro (PP), pelo empenho em destinar recursos e fazer a cidade de Bayeux crescer cada vez mais.


A vereadora Rosiene Sarinho requereu, para a próxima sexta-feira, dia 29 de outubro, às 19h, uma Sessão Especial, para discutir sobre o Outubro Rosa, no tocante à prevenção ao câncer de Mama; Jefferson Oliveira também pediu a limpeza das galerias do bairro São Vicente e que sejam concluídos os serviços de tapa-buraco onde os mesmos já fora iniciados. Todos os requerimentos apresentados na sessão desta quinta-feira foram aprovados por unanimidade pelos parlamentares da Casa Severaque Dionísio.



Tempo verbal 


No tempo verbal, o vereador Luciano do Impacto Som (PV) cobrou uma resposta mais rápida em relação ao concurso público do município. O certame está suspenso desde o dia 21 de setembro após um pedido de liminar do Ministério Público da Paraíba (MPPB) acatado pela Justiça, que constatou irregularidades no concurso. Rosiene, Betinho da RS (PDT) e Luciano também utilizaram a tribuna para parabenizar a prefeita Luciene Gomes (PDT) por sua passagem por Brasília e a conquista de mais de R$ 22 milhões em emendas, o maior volume de recursos dos últimos 20 anos.




DA REDAÇÃO COM/ASCOM


Deixe seu Comentário