A administração de alfândegas da China, General Administration of Customs of the People’s Republic of China (GACC), autorizou a entrada da carne bovina brasileira, que aguardava liberação desde o início de setembro.

O governo chinês aprovou os lotes que já tinham certificação sanitária antes do embargo.


Da Redação com / tvbrasil



Deixe seu Comentário