O recesso dado pela prefeitura de Sobrado aos profissionais de saúde na última semana do ano tem trazido transtornos e muita reclamação da população que tem que se deslocar a sede da Secretaria de Saúde para receberem atendimento.

Populares procuraram a editoria do ExpressoPB.net para relatarem que a prefeitura não tem disponibilizado o transporte para os atendimentos na sede do município e como a maioria da população de Sobrado reside na zona rural, os atendimentos ficam prejudicados já que muitos não têm transporte, muito menos condições de pagar carro ou mototaxi.

A situação é ainda mais grave porque, assim como vem ocorrendo em vários municípios e regiões do Brasil, os sobradenses vem enfrentando um surto de gripe e com isso a necessidade de atendimento de saúde aumenta.

Os moradores de Lagoa do Padre, Figueira, Campo Grande  1, 2, 3, Caruçu e Cordeiro, que são localidades mais distantes do centro da cidade são os mais afetados com o recesso nos PSF’s, pois não tem transporte para se dirigirem a sede da Secretaria de Saúde.

A nossa editoria se coloca a disposição da Prefeitura de Sobrado para apresentar sua versão dos fatos apresentados na matéria.

Da Redação 
Do ExpressoPB

Deixe seu Comentário