Os Oficiais da Polícia Militar da Paraíba decidiram, durante Assembleia, realizada no final da manhã desta quinta-feira (05) apresentar uma contraproposta Governo da Paraíba de exigência de 100% da incorporação da Bolsa Desempenho, em vez dos 80% oferecido pelo Governo da Paraíba, a ser pago também de forma escalonada. A informação é do Coronel Francisco, que é o presidente do Clube dos Oficiais do Estado da Paraíba.

Segundo ele, a decisão aconteceu de forma colegiada e será apresentada a equipe do governador ainda nesta quinta-feira (06)durante nova rodada de reunião

“Fica muito claro na grande discussão a preocupação com a paridade e a integralidade, esses dois pilares que sustentam o sistema de proteção dos militares em simetria com o das Forças Armadas. O aspecto da paridade e integralidade precisa ser alcançada e agora a gente precisa rever isso aí. Infelizmente a ALPB aprovou a lei a toque de caixa e isso nos prejudicou. Por isso a nossa proposta vai pairar principalmente nos 100% da Bolsa Desempenho e amanhã, certamente vamos sentar de forma tranquila com o governador e conversar”, ressaltou.

Ainda segundo o Coronel Francisco, a tese de aumento de reajuste salarial de 10% para 20% ainda será estudada com os comandantes da PM porque o valor modifica um percentual entre os que estão na ativa e os que estão na inativa.
“Os detalhes serão construídos, mas o cenário de 100% da Bolsa Desempenho, de forma escalonada, é uma exigência legal, porque a Lei de Proteção Social já nos penalizou. Então nosso objetivo é cobrir a paridade e integralidade. A parte do reajuste salarial ainda será discutido junto aos comandantes gerais”, emendou.

Da redação com / blogdoninja

Deixe seu Comentário