"Quero colocar em prática todo aprendizado político e social que tive com o meu tio Expedido Pereira”, diz o pré-candidato a deputado estadual Carlos Pereira

Perpetuar um legado e trazer de volta pra Bayeux a representatividade política de grandes gestores do passado, a exemplo de Lourival Caetano, Pedro Juvêncio e Expedito Pereira, além de  suprir a necessidade de um nome que represente a cidade na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), são os principais pontos elencados pelo pré-candidato a deputado estadual Drº Carlos Pereira, que o fez colocar o seu nome à disposição para disputar as eleições de outubro deste ano. 


Advogado por profissão há 27 anos Carlos Pereira, como gosta de ser chamado, carrega o sobrenome de um dos maiores nomes políticos da história de Bayeux, o de Drº Expedito Pereira, seu tio. 


O pré-candidato sempre auxiliou os passos do ex-prefeito nos serviços prestados à população e na construção do legado político de Drº Expedito em Bayeux. Como advogado, ele atendeu por 25 anos seus clientes na mesma sala comercial, localizada na Avenida Liberdade, onde seu tio, que era conhecido como “o médico da cidade”, atendia os seus pacientes. Na vida política, já foi vice-prefeito de Bayeux em 2005 durante a gestão de Jota Júnior e contribuiu na coordenação e planejamento das campanhas de Drº Expedito.


Seguindo o exemplo do pai, Carlos escolheu a advocacia como profissão. Tendo Drº Expedito como referência, ele se especializou na área do Direto da Saúde, com o objetivo de ajudar a população carente a receber tratamentos que lhes são de direito, mas às vezes são negados pelos Poderes Públicos.


“É uma área mais focada na judicialização da Saúde, que atende principalmente pessoas carentes que precisam de um tratamento que o Poder Público, porventura, tenha obrigação de dar, como cirurgias e medicamentos, mas que por vezes se negam. Quando o tratamento é muito caro os pacientes encontram dificuldade por parte do Estado ou Município, então o advogado entra para lutar pelos direitos do povo”, explicou Carlos Pereira.


Motivações para entrar na vida política


Carlos Pereira disse que percebeu que existe uma carência de nomes dispostos a representar Bayeux na ALPB. O município tem cerca de 78 mil eleitores, são votos que seriam suficientes para eleger deputados estaduais e federais na cidade, porém a realidade é outra. O último deputado que representou Bayeux na Assembleia foi Expedito. Ele foi suplente entre os anos de 2007 e 2011. Em março de 2009, o ex-prefeito de Bayeux chegou a assumir o mandato como deputado estadual na vaga de Iraê Lucena.


Treze anos se passaram e nenhum outro nome em Bayeux chegou a disputar e ganhar uma vaga na ALPB. Observando este cenário, Carlos Pereira decidiu alçar novos voos, sair dos bastidores e nas eleições deste ano disputará uma vaga como deputado estadual, com o objetivo de devolver a altivez política aos bayeuxenses, lutar pelos interesses do povo, além de preservar o legado político do seu tio Expedito, que teve como base o assistencialismo ao povo de Bayeux.


“Esta é a minha motivação. Não posso deixar a história do meu tio morrer. Quero ajudar a resgatar a importância de Bayeux no cenário político estadual”, afirmou.


História de vida


Carlos Pereira é casado há 28 anos com Claudia Pereira, filha da saudosa professora Delzuita, e tem três filhos: Lorena, Milena e Gustavo. Chegou para morar em Bayeux em 1989. Em 1990, começou a trabalhar como porteiro na Brascorda, que ficava localizada na Avenida Liberdade. Começou a ajudar o Drº Expedito Pereira a construir seu legado político em 1997.


As contribuições nos bastidores ao trabalho de Drº Expedido renderam a Carlos diversos aprendizados, entre os mais importantes, de acordo com ele, foi a bandeira levantada pelo seu tio durante todos os seus mandatos políticos em Bayeux, que é “o respeito pelos que mais precisam”.


Apesar de fazer parte da história política do seu tio, Carlos não se vê como político, mas como colaborador da política de Bayeux e, agora, pretende conquistar a confiança dos bayeuxenses para representar a cidade na ALPB.


“Precisamos continuar o legado do Drº Expedito Pereira. Dar continuidade a história que ele construiu”, disse o pré-candidato.


Da assessoria.