e outras medicações que compõem o protocolo para vítimas de violência sexual.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) não especificou os medicamentos aplicados na mulher, mas confirmou que uma equipe multidisciplinar do Hospital da Mulher, em São João de Meriti, que inclui psicólogos e profissionais de Humanização, repassaram todas as informações para a vítima.



.




.


Deixe seu Comentário