O instrutor de academia Nelson Ré Soares, de 29 anos, morreu após ser baleado pelo pai de duas colegas de trabalho. O caso ocorreu na sexta-feira (22/7), na região do Jardim das Flores, em Araras (SP).

Os tiros foram disparados por um homem de 41 anos, pai das duas jovens que trabalham na academia. Segundo a Polícia Civil, em nota enviada ao portal g1, as mulheres se desentenderam com o instrutor.

As brigas eram recorrentes: as jovens haviam registrado dois Boletins de Ocorrência contra o instrutor. Os problemas aumentaram após o pai das jovens reclamar da ação do professor.

Na noite de sexta-feira, o instrutor teria ameaçado uma das jovens, que ligou para o pai. O homem estava no clube de tiros e foi até a academia para encontrar a filha.

No local, ele iniciou uma discussão com o instrutor da academia. Nesse momento, o professor teria dado um soco no rosto de uma das jovens.

“Ele sacou a arma, deu aviso de parada, ele não parou. Ele efetuou um disparo, o rapaz não parou. Efetuou outro disparo e o rapaz veio a solo. Depois ficamos sabendo que ele veio a óbito”, contou o advogado da família ao g1.

O autor dos disparos foi levado para a Central de Polícia Judiciária de Araras. Ele confessou o crime e entregou a chave de um cofre onde havia guardado a arma. O homem passou por audiência de custódia e vai responder em liberdade.

Da Redação do ExpressoPB
Com informações do Metrópoles

Deixe seu Comentário